Noções básicas do fluxo de trabalho do desenvolvedor

O fluxo de trabalho para desenvolver um app Android é conceitualmente o mesmo que o de outras plataformas de apps. No entanto, para criar com eficiência um app Android bem projetado, são necessárias algumas ferramentas especializadas. A lista a seguir apresenta uma visão geral do processo para criar um app Android e inclui links para algumas ferramentas do Android Studio que você precisa usar em cada fase de desenvolvimento.

  1. Configurar seu espaço de trabalho

    Esta é a fase que você provavelmente já concluiu: instalar o Android Studio e criar um projeto.

    Para ver um tutorial do Android Studio que ensina alguns fundamentos de desenvolvimento para Android, confira também o guia sobre como Criar seu primeiro app.

  2. Programar o app

    Agora você pode começar a trabalhar. O Android Studio inclui uma variedade de ferramentas e inteligência para ajudar você a trabalhar mais rapidamente, programar códigos de qualidade, projetar uma IU e criar recursos para diferentes tipos de dispositivo. Para ver mais informações sobre as ferramentas e os recursos disponíveis, consulte Programar o app.

  3. Criar e executar

    Nesta fase, você cria seu projeto em um pacote APK depurável que pode ser instalado e executado no emulador ou em um dispositivo Android. Para ver mais informações sobre como executar seu código, consulte Criar e executar o app.

    Você também pode começar a personalizar seu build. Por exemplo, você pode criar variantes de build que produzam diferentes tipos de APKs do mesmo projeto e reduzir o código e os recursos para diminuir o tamanho do arquivo APK. Para ver como começar a personalizar seu build, consulte Configurar sua versão.

  4. Depurar, criar perfil e testar

    Esta é a fase iterativa, em que você continua a programar seu app, mas com foco na eliminação de bugs e otimização do desempenho. Obviamente, a criação de testes ajudará você nesses esforços.

    Para ver informações sobre tarefas básicas de depuração, leia Depurar seu app e Gravar e visualizar registros.

    Para ver e analisar várias métricas de desempenho, como uso de memória, tráfego de rede, impacto na CPU, entre outras, consulte Ferramentas de criação de perfis de desempenho.

    E para ver uma introdução à criação de testes, consulte Testar o app.

  5. Publicar

    Quando estiver tudo pronto para liberar seu app para os usuários, considere alguns outros aspectos, como o controle de versões do app e a assinatura dele com uma chave. Para ver mais informações, consulte Publicar seu app.