Criar uma implementação com APIs mais antigas

Esta lição aborda a criação de implementações que espelham APIs mais recentes e que ainda são compatíveis com dispositivos mais antigos.

Escolher uma solução alternativa

A tarefa mais desafiadora ao usar recursos de IU mais recentes de forma compatível com versões anteriores é decidir e implementar uma solução antiga (substituta) para versões de plataformas mais antigas. Em muitos casos, é possível atender a finalidade desses novos componentes da IU usando recursos de framework mais antigos dela. Exemplo:

  • As barras de ação podem ser implementadas usando um LinearLayout horizontal contendo botões de imagem, seja como barras de título personalizadas ou como visualizações no layout da atividade. É possível apresentar ações flutuantes sob o botão Menu do dispositivo.

  • As guias de barras de ações podem ser implementadas usando um LinearLayout horizontal que contém botões ou usando o elemento TabWidget da IU.

  • Os widgets NumberPicker e Switch podem ser implementados usando os widgets Spinner e ToggleButton, respectivamente.

  • Os widgets ListPopupWindow e PopupMenu podem ser implementados usando widgets PopupWindow.

Geralmente, não há uma solução única para fazer retrocompatibilidade de componentes de IU mais recentes para dispositivos mais antigos. Pense sempre na experiência do usuário: em dispositivos mais antigos, os usuários podem não estar familiarizados com os padrões de design e componentes de IU mais recentes. Pense em como a mesma funcionalidade pode ser oferecida usando elementos conhecidos. Em muitos casos, isso é uma preocupação menor se os componentes da IU forem proeminentes no ecossistema de aplicativos, como a barra de ações, ou se o modelo de interação for extremamente simples e intuitivo, como deslizar visualizações usando um ViewPager.

Implementar guias usando APIs mais antigas

Para criar uma implementação mais antiga de guias da barra de ações, você pode usar um TabWidget e um TabHost, embora também seja possível usar widgets Button dispostos horizontalmente. Implemente isso em classes chamadas TabHelperEclair e CompatTabEclair, uma vez que essa implementação usa APIs introduzidas no máximo no Android 2.0 (Eclair).

Diagrama de classes para a implementação de guias do Eclair.

Figura 1. Diagrama de classes para a implementação de guias do Eclair.

A implementação de CompatTabEclair armazena propriedades da guia, como o texto e ícone dela em variáveis de instância, já que não há um objeto ActionBar.Tab disponível para gerenciar esse armazenamento:

Kotlin

    class CompatTabEclair internal constructor(val activity: FragmentActivity, tag: String) :
            CompatTab(tag) {

        // Store these properties in the instance,
        // as there is no ActionBar.Tab object.
        private var text: CharSequence? = null
        ...

        override fun setText(resId: Int): CompatTab {
            // Our older implementation simply stores this
            // information in the object instance.
            text = activity.resources.getText(resId)
            return this
        }

        ...
        // Do the same for other properties (icon, callback, etc.)
    }
    

Java

    public class CompatTabEclair extends CompatTab {
        // Store these properties in the instance,
        // as there is no ActionBar.Tab object.
        private CharSequence text;
        ...

        public CompatTab setText(int resId) {
            // Our older implementation simply stores this
            // information in the object instance.
            text = activity.getResources().getText(resId);
            return this;
        }

        ...
        // Do the same for other properties (icon, callback, etc.)
    }
    

A implementação de TabHelperEclair faz uso de métodos no widget TabHost para criar objetos TabHost.TabSpec e indicadores de guia:

Kotlin

    class TabHelperEclair internal constructor(activity: FragmentActivity) : TabHelper(activity) {

        private var tabHost: TabHost? = null
        ...

        override fun setUp() {
            // Our activity layout for pre-Honeycomb devices
            // must contain a TabHost.
            tabHost = tabHost ?: mActivity.findViewById<TabHost>(android.R.id.tabhost).apply {
                setup()
            }
        }

        override fun addTab(tab: CompatTab) {
            ...
            tabHost?.newTabSpec(tab.tag)?.run {
                setIndicator(tab.getText()) // And optional icon
                ...
                tabHost?.addTab(this)
            }
        }
        // The other important method, newTab() is part of
        // the base implementation.
    }
    

Java

    public class TabHelperEclair extends TabHelper {
        private TabHost tabHost;
        ...

        protected void setUp() {
            if (tabHost == null) {
                // Our activity layout for pre-Honeycomb devices
                // must contain a TabHost.
                tabHost = (TabHost) mActivity.findViewById(
                        android.R.id.tabhost);
                tabHost.setup();
            }
        }

        public void addTab(CompatTab tab) {
            ...
            TabSpec spec = tabHost
                    .newTabSpec(tag)
                    .setIndicator(tab.getText()); // And optional icon
            ...
            tabHost.addTab(spec);
        }

        // The other important method, newTab() is part of
        // the base implementation.
    }
    

Agora, você tem duas implementações de CompatTab e TabHelper: uma que funciona em dispositivos que executam o Android 3.0 ou versões mais recentes e usa APIs novas, e outra que funciona em dispositivos que executam o Android 2.0 ou versões mais recentes e usa APIs mais antigas. A próxima lição aborda o uso dessas implementações no seu aplicativo.