Mantenha tudo organizado com as coleções Salve e categorize o conteúdo com base nas suas preferências.
sintaxe:
<profileable android:shell=["true" | "false"] android:enabled=["true" | "false"] />
contido em:
<application>
descrição:
Especifica como os criadores de perfil podem acessar o aplicativo.
atributos:
android:shell
Especifica se o usuário do dispositivo pode criar o perfil do aplicativo usando ferramentas de depuração locais. São elas: Se esse atributo não for definido ou for definido como false, essas ferramentas e APIs vão funcionar apenas quando um app for debuggable (depurável). Apps depuráveis geram degradação significativa e variada do desempenho e não são úteis para medir marcações de tempo com precisão. Esse elemento é altamente recomendado para medições de performance local para capturar resultados precisos.

Esse elemento foi projetado para ser usado em builds de produção e de lançamento para permitir a criação local de perfis. A exposição dos dados é mínima, já que não é possível ler os dados da memória pelas ferramentas de criação de perfil do host e pelo processo do shell. Somente os stack traces são legíveis, geralmente ofuscados ou sem símbolos em builds de lançamento.

android:enabled
Especifica se o aplicativo pode ser criado pelo perfil de serviços do sistema ou ferramentas shell. Para ferramentas shell, você também precisa definir android:shell. Se o valor do atributo for "false" (falso), não vai ser possível criar o perfil do aplicativo. O valor padrão é "true" (verdadeiro). Esse atributo foi adicionado no nível 30 da API.
introduzido em:
Nível 29 da API