Visão geral dos atalhos de apps

Como desenvolvedor, você pode definir atalhos para realizar ações específicas no seu app. Esses atalhos podem ser exibidos em uma tela de início ou assistente compatível, como o Google Assistente, e ajudam os usuários a iniciar rapidamente tarefas comuns ou recomendadas no seu app.

Este conjunto de guias ensina como criar e gerenciar atalhos de apps. Além disso, você aprenderá algumas práticas recomendadas que melhorarão a eficiência dos seus atalhos.

Tipos de atalho

Atalhos de apps no Nexus 6P
Figura 1. Com atalhos de apps, é possível ativar as principais ações e levar o usuário para dentro do seu app instantaneamente

Cada atalho referencia uma intent ou mais, e cada um deles inicia uma ação específica no seu app quando o usuário seleciona o atalho. Os tipos de atalhos criados para seu app dependem dos principais casos de uso dele. Exemplos de ações que podem ser expressadas como atalhos incluem:

  • Escrever um novo e-mail em um app de e-mails.
  • Guiar os usuários até um determinado local em um app de mapas.
  • Enviar mensagens para um amigo em um app de comunicação.
  • Assistir o próximo episódio de um programa de TV em um app de mídia.
  • Carregar o último ponto salvo em um app de jogo.
  • Pedir uma bebida em um app de entrega com sua voz usando comandos falados.

Observação: somente atividades principais, que processam a ação Intent.ACTION_MAIN e a categoriaIntent.CATEGORY_LAUNCHER, podem ter atalhos. Se um app tiver diversas atividades principais, será necessário definir um conjunto de atalhos para cada atividade.

Você pode publicar os seguintes tipos de atalhos para seu app:

  • Os atalhos estáticos são definidos em um arquivo de recursos que é incluído em um APK ou um pacote de apps.
  • Os atalhos dinâmicos só podem ser enviados, atualizados e removidos pelo seu app no momento da execução.
  • Os atalhos fixados podem ser adicionados a telas de início compatíveis no momento da execução, se o usuário permitir.

    Observação: os usuários também podem criar atalhos fixados copiando atalhos estáticos e dinâmicos do seu app para a tela de início.

Exibir atalhos nos assistentes usando recursos

Os recursos em shortcuts.xml permitem que você declare os tipos de ações que os usuários podem realizar para iniciar seu app e ir diretamente para uma tarefa específica. Por exemplo, você pode permitir que os usuários tenham controle de voz do seu app por meio do Google Assistente declarando elementos capability que estendem a funcionalidade no app às Ações no app do Assistente. Para mais detalhes, consulte Adicionar recursos.

Limitações de atalhos

A maioria das telas de início compatíveis exibe até quatro atalhos por vez, contando atalhos estáticos e dinâmicos. Ao enviar atalhos dinâmicos para exibição nas plataformas do Google, como o Google Assistente, use a Biblioteca de integração do Google Shortcuts para não ficar sujeito ao limite de atalhos.

Se você optar por não usar a biblioteca de integração do Google Shortcuts, seu app se limitará a enviar até 15 atalhos no total (estáticos e dinâmicos combinados) por vez. Os atalhos publicados dessa forma só aparecem nos inicializadores do Android e não podem ser descobertos nas superfícies do Google, como o Assistente.

Observação: o número máximo de atalhos compatíveis com um dispositivo pode variar. Use o método getMaxShortcutCountPerActivity() para determinar quantos atalhos são compatíveis com um determinado dispositivo.

Não há limite para o número de atalhos fixados do seu app que os usuários podem criar. Embora o app não possa remover atalhos fixados, ele ainda pode desativá-los.

Observação: embora outros apps não possam acessar os metadados nos seus atalhos, a tela de início pode acessar esses dados. Portanto, esses metadados precisam ocultar as informações confidenciais do usuário.

Para começar a criar atalhos para seu app, consulte as seguintes páginas:

Para ver mais detalhes sobre operações que podem ser realizadas em atalhos, consulte a referência da API ShortcutManager.