Participe do evento ⁠#Android11: apresentação de lançamento da versão Beta no dia 3 de junho.

App BeautyPlus aumenta legibilidade em 15% com componentes de arquitetura do Android

Apresentado em 2013, o BeautyPlus é um dos apps de edição de fotos mais populares do mundo, usado por maquiadores, fotógrafos e usuários comuns de smartphones. Cerca de 50 milhões de pessoas usam o app todos os meses para editar e adicionar filtros a selfies, fotos e vídeos. Desenvolvido pela chinesa Xiamen Meitu Technology Co., Ltd., o app (que é particularmente popular com o conjunto para selfies) é usado para tudo, desde corrigir tons de pele e iluminar sorrisos até recursos de emagrecimento e remoção de manchas, basta arrastar ou clicar em alguns comandos.

Como a empresa faz atualizações frequentes no app, precisa de um grande número de desenvolvedores. Porém, ao longo do tempo, faltou uniformidade e clareza na arquitetura subjacente. A ágil equipe precisava encontrar uma maneira de manter os desenvolvedores trabalhando para simplificar o gerenciamento do ciclo de vida e resolver problemas relacionados à atualização da interface do usuário assíncrona.

Figura 1: amostra de uma sessão de edição de fotos no BeautyPlus

O que eles fizeram

Os componentes de arquitetura do Android forneceram as ferramentas que os desenvolvedores precisavam para tornar o código do app conciso, estável e fácil para novos engenheiros lerem quando se integrarem à equipe.

Entre os componentes que os desenvolvedores do BeautyPlus começaram a usar está o ViewModel, que facilita o processamento de lógica com atualizações de atividades e fragmentos. O ViewModel foi criado para armazenar e gerenciar dados relacionados à IU considerando o ciclo de vida e respeitando o ciclo de vida de outros componentes do app.

Eles também aproveitaram o componente LiveData, uma classe de armazenamento de dados observáveis, que também reconhece o ciclo de vida para ajudar a garantir que a IU corresponda ao estado dos dados. A equipe considerou esses componentes de arquitetura do Android fáceis de usar, sem encontrar nenhum problema, e os benefícios foram rapidamente percebidos.

Resultados

Graças aos componentes de arquitetura do Android, o app BeautyPlus teve o código 5% mais enxuto e 15% mais legível. A arquitetura também foi mais unificada, economizando tempo e esforço dos desenvolvedores e tornando mais fácil para os novos desenvolvedores se familiarizarem rapidamente. Além disso, houve menos vazamentos de memória, a atualização dos dados ficou mais fácil, e os desenvolvedores não precisaram mais se preocupar com a atualização da IU assíncrona.

"Quando usamos o ViewModel e o LiveData para o BeautyPlus, o código se tornou mais conciso e legível, e a arquitetura do código foi unificada", diz Zheng Songyin, gerente sênior de desenvolvimento. "A operação do ciclo de vida do app foi gerenciada com segurança, e a estabilidade melhorou também."

Iniciar

Os componentes de arquitetura do Android estão abertos a todos os desenvolvedores. Comece a usar os componentes de arquitetura do Android.