Room

A biblioteca de persistência da Room oferece uma camada de abstração sobre o SQLite para permitir um acesso mais robusto ao banco de dados, aproveitando toda a capacidade do SQLite. Consulte os documentos de referência para ver mais informações.

Declarar dependências

Para adicionar uma dependência à Room, adicione o repositório Maven do Google ao seu projeto. Leia Repositório Maven do Google para ver mais informações.

As dependências da Room incluem testes de migrações da Room e RxJava da Room.

Adicione as dependências para os artefatos necessários no arquivo build.gradle do seu app ou módulo:

    dependencies {
      def room_version = "2.2.0-beta01"

      implementation "androidx.room:room-runtime:$room_version"
      annotationProcessor "androidx.room:room-compiler:$room_version" // For Kotlin use kapt instead of annotationProcessor

      // optional - Kotlin Extensions and Coroutines support for Room
      implementation "androidx.room:room-ktx:$room_version"

      // optional - RxJava support for Room
      implementation "androidx.room:room-rxjava2:$room_version"

      // optional - Guava support for Room, including Optional and ListenableFuture
      implementation "androidx.room:room-guava:$room_version"

      // Test helpers
      testImplementation "androidx.room:room-testing:$room_version"
    }
    

Para ver mais informações sobre o uso de extensões Kotlin, consulte a documentação do Android KTX.

Para ver mais informações sobre dependências, consulte Adicionar dependências de compilação.

Configurar opções do compilador

A Room conta com as seguintes opções de processador de anotação:

  • room.schemaLocation: configura e ativa a exportação de esquemas de banco de dados para arquivos JSON no diretório especificado. Consulte Migrações da Room para ver mais informações.
  • room.incremental: ativa o processador de anotação incremental do Gradle.
  • room.expandProjection: configura a Room para reescrever consultas, de forma que a principal projeção em estrela seja expandida para conter apenas as colunas definidas no tipo de retorno do método DAO.

Um exemplo de como essas opções podem ser configuradas é mostrado no snippet de código a seguir:

    android {
        ...
        defaultConfig {
            ...
            javaCompileOptions {
                annotationProcessorOptions {
                    arguments = [
                        "room.schemaLocation":"$projectDir/schemas".toString(),
                        "room.incremental":"true",
                        "room.expandProjection":"true"]
                }
            }
        }
    }
    

Versão 2.2.0-beta01

22 de agosto de 2019

Lançamento do androidx.room:room-*:2.2.0-beta01. As confirmações incluídas nessa versão podem ser encontradas neste link.

Correções de bugs

  • Correção de um bug em que uma consulta do fluxo de corrotinas parava de reemitir novos valores depois de um certo tempo. (b/139175786)
  • Correção de um bug em que a Room não aceitava um código hash de esquema legado ao abrir um banco de dados que não havia passado por uma migração desde a Room 1.0, causando uma falha no tempo de execução devido a um esquema inválido. (b/139306173)

Versão 2.2.0-alpha02

7 de agosto de 2019

Lançamento do androidx.room:room-*:2.2.0-alpha02. As confirmações incluídas nessa versão podem ser encontradas neste link.

Novos recursos

  • Fluxo de corrotinas: os métodos DAO @Query agora podem ser do tipo de retorno Flow<T>. O fluxo retornado reemitirá um novo conjunto de valores se as tabelas de observação na consulta forem invalidadas. A declaração de uma função DAO com um tipo de retorno Channel<T> é um erro. A Room incentiva você a usar Flow seguido das funções vizinhas para converter o Flow em um Channel. b/130428884
  • Projeções de expansão: foi adicionada uma nova opção de compilador experimental room.expandProjection, que faz com que a Room reescreva uma consulta com uma projeção em estrela para conter apenas as colunas no tipo de retorno POJO. Por exemplo, para um método DAO com @Query("SELECT * FROM Song") que retorna um POJO denominado SongIdAndTitle com apenas dois campos. Em seguida, a Room reescreverá a consulta para SELECT id, title FROM Song, de forma que o conjunto mínimo de colunas para satisfazer o tipo de retorno seja buscado. Isso basicamente elimina o aviso CURSOR_MISMATCH que é apresentado quando a consulta retorna colunas extras que não correspondem a nenhum campo no tipo POJO retornado.
  • onDestructiveMigrate é uma nova API de callback adicionada a RoomDatabase.Callback, para quando a Room migra destrutivamente um banco de dados. b/79962330

Correções de bugs

  • Correção de um bug em que a Room gerava código incorreto usando um método como setter de campo quando o campo estava protegido. b/136194628
  • Correção de um bug que fazia o InvalidationTracker gerar um NPE em um segundo processo quando a invalidação de várias instâncias era ativada e o serviço de invalidação era eliminado. b/137454915
  • Correção de um bug em que a Room não identificava corretamente o tipo de retorno de uma função de suspensão legada anotada com @RawQuery. b/137878827
  • Atualização do código gerado para @Relation quando a chave relacionada é do tipo BLOB para usar um ByteBuffer comparável. b/137881998
  • Correção de um bug em que a Room informava a ausência de setters nos POJOs usados como parâmetros parciais da entidade de @Insert, @Update e @Delete. b/138664463
  • Correção de um bug em que a Room informava a ausência de getters e setters para uma coluna ignorada via @Entity, quando a classe de entidade era usada em determinados métodos DAO. b/138238182
  • Correção de um bug em que a Room não convertia corretamente argumentos de vinculação nomeados em argumentos posicionais, causando uma exceção de tempo de execução ao executar uma consulta com parâmetros reutilizados. b/137254857

Versão 2.2.0-alpha01

10 de julho de 2019

Novos recursos

  • Banco de dados pré-empacotado: duas novas APIs em RoomDatabase.Builder estão agora disponíveis para criar um RoomDatabase de acordo com um arquivo de banco de dados já preenchido. createFromAsset() é usado quando o arquivo de banco de dados pré-preenchido está na pasta de ativos do APK, enquanto createFromFile() é usado quando o arquivo está em um local arbitrário. Os usos dessas APIs alteram o comportamento de migrações destrutivas, de modo que, durante uma migração de fallback, a Room tentará copiar novamente o banco de dados pré-preenchido, se disponível. Caso contrário, ela voltará a apenas descartar e recriar todas as tabelas. b/62185732
  • Valores padrão do esquema: @ColumnInfo agora tem uma nova propriedade defaultValue, que pode ser usada para especificar o valor padrão de uma coluna. Os valores padrão fazem parte de um esquema do banco de dados e serão validados durante as migrações, se especificado. b/64088772

    Observação: se o esquema do banco de dados já tiver valores padrão, como os adicionados via ALTER TABLE x ADD COLUMN y INTEGER NOTNULL DEFAULT z, e você decidir definir os valores padrão via @ColumnInfo para as mesmas colunas, poderá ser necessário providenciar uma migração para validar os valores padrão não contabilizados. Consulte Migrações da Room para ver mais informações.

  • Relações muitos para muitos: @Relation agora tem uma nova propriedade associateBy, que usa uma nova anotação @Junction para declarar uma relação que precisa ser satisfeita por meio de uma tabela de junção. b/69201917
  • Relações um para um: a restrição nos campos POJO anotada com @Relation para ser do tipo List ou Set foi removida, efetivamente permitindo que as relações de valor único sejam representadas. b/62905145
  • Entidade de destino: as anotações DAO @Insert, @Update e @Delete agora têm uma nova propriedade targetEntity, que permite especificar a tabela de destino em que o método DAO deve atuar. Isso permite que os parâmetros desses métodos DAO sejam POJOs arbitrários, que serão interpretados como entidades parciais. Na prática, isso permite inserções, exclusões e atualizações parciais. b/127549506
  • Processador de anotação incremental do Gradle: a Room agora é um processador de anotação de isolamento Gradle, e a incrementabilidade pode ser ativada por meio da opção room.incremental do processador. Consulte Opções do compilador da Room para ver mais informações. Se você encontrar algum problema, informe um bug neste link. Pretendemos ativar a incrementabilidade por padrão em uma versão futura e estável. b/112110217

Correções de bugs

  • A Room não propagará mais o EmptySetResultException para o gerenciador de erros global quando o fluxo Rx de uma consulta for descartado antes da conclusão dessa consulta. b/130257475
  • Correção de um bug em que a Room mostrava uma mensagem de erro incorreta quando uma função DAO de suspensão anotada com @RawQuery não tinha um tipo de retorno. b/134303897
  • A Room não gerará mais adaptadores DAO com tipos brutos. b/135747255

Versão 2.1.0

13 de junho de 2019

Lançamento da Room 2.1.0 sem alterações do 2.1.0-rc01. As confirmações incluídas nessa versão podem ser encontradas neste link.

Mudanças importantes desde a versão 2.0.0

  • FTS: a Room agora é compatível com entidades com uma tabela de mapeamento FTS3 ou FTS4. As classes anotadas com @Entity agora podem ser anotadas também com @Fts3 ou @Fts4 para declarar uma classe com uma tabela de pesquisa de texto completo para mapeamento. As opções de FTS para personalização mais detalhada estão disponíveis por meio dos métodos da anotação.
  • Views: a Room agora é compatível com a declaração de uma classe como uma consulta armazenada, também conhecida como view, usando a anotação @DatabaseView.
  • Corrotinas: os métodos DAO agora podem ser funções suspensas. Inclua room-ktx nas suas dependências para usar essa funcionalidade. O artefato ktx também oferece a função de extensão RoomDatabase.withTransaction para realizar transações do banco de dados em uma corrotina.
  • Valor automático: a Room agora é compatível com a declaração de classes com a anotação AutoValue como entidades e POJOs. As anotações da Room @PrimaryKey, @ColumnInfo, @Embedded e @Relation agora podem ser declaradas em métodos abstratos de uma classe anotada com valor automático. Essas anotações também precisam ser acompanhadas por @CopyAnnotations para que a Room as entenda corretamente.
  • Compatibilidade assíncrona extra: os métodos DAO anotados com @Insert, @Delete ou @Update, juntamente com @Query contendo as declarações INSERT, DELETE ou UPDATE, agora são compatíveis com os tipos de retorno Rx Completable, Single, Maybe e com o tipo de retorno do Guava ListenableFuture. Além disso, esses métodos também podem ser funções de suspensão.
  • enableMultiInstanceInvalidation é uma nova API em RoomDatabase.Builder para ativar a invalidação em várias instâncias de RoomDatabase usando o mesmo arquivo de banco de dados.
  • fallbackToDestructiveMigrationOnDowngrade é uma nova API em RoomDatabase.Builder para recriar automaticamente o banco de dados em caso de downgrade.
  • ignoredColumns é uma nova API na anotação @Entity que pode ser usada para listar campos ignorados por nome.
  • Agora, a Room usará corretamente o construtor principal do Kotlin nas classes de dados, evitando a necessidade de declarar as propriedades como vars.

Versão 2.1.0-rc01

29 de maio de 2019

Correções de bugs

  • Correção de um erro de inicialização da Room que poderia ocorrer devido a uma definição temp_store já definida. b/132602198
  • Correção de um aviso de uso de aspas duplas para usuários com SQLite 3.27.0 e posterior. b/131712640
  • Correção de um bug em que o InvalidationTracker causava uma falha quando várias verificações de invalidação ocorriam ao mesmo tempo. b/133457594

Versão 2.1.0-beta01

7 de maio de 2019

Lançamento do androidx.room 2.1.0-beta01 sem alterações do 2.1.0-alpha07. As confirmações incluídas nessa versão podem ser encontradas neste link.

Versão 2.1.0-alpha07

25 de abril de 2019

Alterações de API / comportamento

  • A função de extensão RoomDatabase.withTransaction foi alterada para não usar mais um bloco de funções com um CoroutineScope como receptor. Isso evita que o wrapper coroutineScope { } extra necessário para determinadas execuções simultâneas no bloco de transações seja ignorado.

Correções de bugs

  • Correção de um bug em que a Room não fazia a correspondência de um TypeConverter para uma função DAO do Kotlin contendo um parâmetro do tipo Collection. b/122066791

Versão 2.1.0-alpha06

22 de março de 2019

Alterações de API / comportamento

  • As consultas de transação assíncrona agora são serializadas, de modo que a Room não utilizará mais de um thread para executar transações de banco de dados. RoomDatabase.Builder.setTransactionExecutor(Executor) foi adicionado para permitir a configuração do executor a ser usado para transações.
  • RoomDatabase.runInTransaction(Callable) não une mais as exceções verificadas em RuntimeExceptions. b/128623748

Correções de bugs

  • Correção de um bug em que o rastreador de invalidação parava de observar uma tabela de conteúdo se fossem adicionados observadores para a tabela de conteúdo e para uma tabela FTS de conteúdo externa. b/128508917
  • Atualização da gramática SQLite da Room para corresponder ao SQLite 3.24.0. b/110883668

Versão 2.1.0-alpha05

13 de março de 2019

Novos recursos

  • A função de extensão RoomDatabase.withTransaction permite realizar transações seguras de banco de dados em uma corrotina. As funções de extensão da Room, juntamente com a compatibilidade com corrotinas, estão disponíveis no artefato room-ktx.
  • Métodos DAO não abstratos anotados com @Transaction agora podem ser funções de suspensão. b/120241587

Alterações de API / comportamento

  • Renomeação das room-coroutines de artefato para room-ktx, seguindo a mesma nomeação de outros artefatos do AndroidX.
  • Suspensão do uso de beginTransaction, setTransactionSuccessful e endTransaction no RoomDatabase, em favor de runInTransaction e da função de extensão withTransaction do room-ktx.

Correções de bugs

  • Correção de um bug em que os argumentos do tokenizer estavam sendo descartados se o tokenizer usado fosse SIMPLE. b/125427014
  • Correção de um bug em que a Room não identificava corretamente as funções de suspensão com parâmetros cujo tipo era uma classe interna. b/123767877
  • Correção de um bug em que o método DAO @Query adiado com declarações INSERT, UPDATE ou DELETE preparava atentamente a consulta no thread principal. b/123695593
  • Correção de vários bugs em que a Room gerava código incorreto para determinadas funções de suspensão. b/123466702 e b/123457323
  • Correção de um bug em que o uso obsoleto de métodos não era suprimido corretamente no código gerado. b/117602586
  • Atualização da dependência da Room do androidx.sqlite para a versão 1.0.2, que contém correções para gerenciar corretamente bancos de dados corrompidos. b/124476912

Problemas conhecidos

  • A Room 2.1.0-alpha05 depende do artefato kotlinx-metadata-jvm, que não está disponível no momento no Maven Central (KT-27991). Essa dependência pode ser resolvida adicionando maven { url "https://kotlin.bintray.com/kotlinx/" } aos repositórios do seu projeto.

Versão 2.1.0-alpha04

25 de janeiro de 2019

Novos recursos

  • Os métodos DAO anotados com @Query contendo declarações INSERT, UPDATE ou DELETE agora podem retornar os tipos assíncronos Single, Mayble, Completable e ListenableFuture. Além disso, eles também podem ser funções de suspensão. b/120227284

Alterações de API / comportamento

  • A Room agora gerará um erro se um método DAO não abstrato anotado com @Transaction retornar um tipo assíncrono, como Single, Mayble, Completable, LiveData ou ListenableFuture. Como as transações são confinadas pelo thread, atualmente é impossível para a Room iniciar e finalizar uma transação em torno de uma função que pode realizar consultas em diferentes threads. b/120109336
  • OnConflictStrategy.FAIL e OnConflictStrategy.ROLLBACK foram @Deprecated, porque não se comportam como esperado com as vinculações SQLite atuais do Android. b/117266738

Correções de bugs

  • Correção de um bug em que a Room não usava corretamente o TypeConverter de um tipo de retorno se o método DAO fosse uma função de suspensão. b/122988159
  • Correção de um bug em que a Room identificava incorretamente as funções de suspensão herdadas como funções que não são de suspensão. b/122902595
  • Correção de um bug em que a Room gerava código incorreto quando um campo @Embedded estava em uma classe pai e era usado em várias classes filhas. b/121099048
  • Correção de um problema em que o banco de dados gerava um impasse ao invocar funções de suspensão DAO entre uma beginTransaction() e uma endTransaction(). b/120854786

Versão 2.1.0-alpha03

4 de dezembro de 2018

Mudanças na API

  • O tokenizer FTS em @Fts3/@Fts4 agora usa uma String em vez de um Enum. Isso permite que tokenizers personalizados sejam usados pela Room. Os tokenizers integrados ainda são definidos em FtsOptions como constantes de string. b/119234881

Novos recursos

  • Couroutines: os métodos DAO agora podem ser funções suspensas. Para compatibilidade com funções de suspensão na Room, foi lançado um novo artefato, room-coroutines. b/69474692
  • Os métodos DAO anotados com @Insert, @Delete ou @Update agora são compatíveis com ListenableFuture como tipo de retorno. b/119418331

Correções de bugs

  • Correção de um bug em que a Room tentava incorretamente encontrar um construtor com colunas na propriedade ignoredColumns de @Entity. b/119830714
  • Correção de um bug em que a Room não marcava os parâmetros do método DAO como finais na implementação gerada. b/118015483
  • Correção de um bug em que o processador da Room falhava ao relatar um erro em uma consulta com símbolos especiais. b/119520136
  • Correção de um bug em que a Room recusava diversas outras implementações Collection como argumentos de uma expressão IN. b/119884035
  • Correção de um bug em que o LiveData retornado da Room receberia lixo coletado quando observado para sempre, fazendo com que ele deixasse de emitir novos dados. b/74477406
  • Atualização do bloqueio de fechamento do RoomDatabase para reduzir a contenção de bloqueio. b/117900450

Versão 2.1.0-alpha02

30 de outubro de 2018

Novos recursos

  • Adição de compatibilidade para referenciar um @DatabaseView em um @Relation. b/117680932

Correções de bugs

  • Correção de um bug em que a Room executava E/S de disco no encadeamento principal ao assinar e descartar um tipo de retorno Rx. b/117201279
  • Correção de um bug em que a Room não conseguia encontrar um conversor de tipo apropriado para um campo em uma classe de entidade Kotlin. b/111404868
  • Correção de um bug em que a Room gerava código incorreto para uma implementação da interface DAO que continha um método padrão de Kotlin que não tinha argumentos. b/117527454
  • Atualização do analisador de gramática do SQLite da Room, corrigindo um problema de desempenho que causaria longos tempos de compilação. b/117401230

Versão 2.1.0-alpha01

8 de outubro de 2018

Novos recursos

  • FTS: a Room agora é compatível com entidades com uma tabela de mapeamento FTS3 ou FTS4. As classes anotadas com @Entity agora podem ser adicionalmente anotadas com @Fts3 ou @Fts4 para declarar uma classe com uma tabela de pesquisa de texto completo de mapeamento. Opções de FTS para personalização adicional estão disponíveis por meio dos métodos da anotação. b/62356416
  • Views: a Room agora é compatível com a declaração de uma classe como consulta armazenada, também conhecida como view, usando a anotação @DatabaseView. b/67033276
  • Valor automático: a Room agora é compatível com a declaração de classes com a anotação AutoValue como entidades e POJOs. As anotações da Room @PrimaryKey, @ColumnInfo, @Embedded e @Relation agora podem ser declaradas em um valor automático nos métodos de abstrato da classe anotada. Essas anotações também precisam ser acompanhadas por @CopyAnnotations para que a Room as entenda corretamente. b/62408420
  • Compatibilidade com outros tipos de retorno Rx: os métodos DAO anotados com @Insert, @Delete ou @Update agora são compatíveis com os tipos de retorno Rx Completable, Single<T> e Maybe<T>. b/63317956
  • Tipos imutáveis com @Relation: a Room anteriormente exigia que os campos anotados @Relation fossem configuráveis, mas agora eles podem ser parâmetros do construtor.
  • enableMultiInstanceInvalidation: é uma nova API em RoomDatabase.Builder para ativar a invalidação em várias instâncias de RoomDatabase usando o mesmo arquivo de banco de dados. Esse mecanismo de invalidação de várias instâncias também funciona em vários processos. b/62334005
  • fallbackToDestructiveMigrationOnDowngrade: é uma nova API em RoomDatabase.Builder para recriar automaticamente o banco de dados em caso de downgrade. b/110416954
  • ignoredColumns: é uma nova API da anotação @Entity que pode ser usada para listar campos ignorados pelo nome. Útil para ignorar campos herdados em uma entidade. b/63522075

Alterações de API / comportamento

  • mCallback e mDatabase no RoomDatabase agora estão @Deprecated e serão removidos na próxima versão principal da Room. b/76109329

Correções de bugs

  • Correção de dois problemas em que a Room não se recuperava corretamente de um banco de dados corrompido ou de uma migração incorreta durante a inicialização. b/111504749 e b/111519144
  • A Room agora usará corretamente o construtor principal do Kotlin em classes de dados, evitando a necessidade de declarar os campos como vars. b/105769985

Versão 2.0.0-beta01

2 de julho de 2018

Alterações de API / comportamento

  • Adição de RoomDatabase.Builder.setQueryExecutor() para permitir a personalização de onde as consultas são executadas.
  • Adição de compatibilidade com RxJava2 Observable.
  • As implementações de DAO e de banco de dados geradas agora são finais.

Correções de bugs

  • Especificação da classe/nome do campo no erro "não é possível encontrar o getter para o campo". b/73334503
  • Correção da retrocompatibilidade de RoomOpenHelper com versões anteriores da Room. b/110197391

Dependências anteriores ao AndroidX

Para as versões da Room anteriores ao AndroidX, inclua estas dependências:

dependencies {
        def room_version = "1.1.1"

        implementation "android.arch.persistence.room:runtime:$room_version"
        annotationProcessor "android.arch.persistence.room:compiler:$room_version" // For Kotlin use kapt instead of annotationProcessor

        // optional - RxJava support for Room
        implementation "android.arch.persistence.room:rxjava2:$room_version"

        // optional - Guava support for Room, including Optional and ListenableFuture
        implementation "android.arch.persistence.room:guava:$room_version"

        // Test helpers
        testImplementation "android.arch.persistence.room:testing:$room_version"
    }
    

Versão 1.1.1

19 de junho de 2018

A Room 1.1.1 é idêntica à Room 1.1.1-rc1.

Versão 1.1.1-rc1

16 de maio de 2018 É altamente recomendável usar a Room 1.1.1-rc1 em vez da 1.1.0 caso você esteja usando migrações.

Correção de um bug em que a Room não tratava corretamente a inicialização pós-migração. b/79362399

Versão 1.1.0-beta3

19 de abril de 2018

Correções de bugs

  • Correção de erro de compilação quando um POJO do Kotlin faz referência a uma entidade relacional que foi definida no Java. b/78199923

Versão 1.1.0-beta2

5 de abril de 2018

Correções de bugs

  • Correção de um bug crítico nas implementações Single e Maybe Rx da Room, em que a consulta era reciclada antecipadamente, causando problemas se você adicionasse mais de um observador às instâncias Single ou Maybe retornadas. b/76031240

  • [RoomDatabase.clearAllTables][ref-clearAllTables] não causará VACUUM no banco de dados se for chamado dentro de uma transação. b/77235565

Versão 1.1.0-beta1

21 de março de 2018

Mudanças na API

  • Com base no feedback da Revisão da API, o @RawQuery não aceita mais a transmissão de String como o parâmetro de consulta. Você precisa usar [SupportSQLiteQuery][ref-SupportSQLiteQuery]. (consulte [SimpleSQLiteQuery][ref-SimpleSQLiteQuery] para criar facilmente uma instância de [SupportSQLiteQuery][ref-SupportSQLiteQuery] com compatibilidade a argumentos).
  • O método[fallbackToDestructiveMigrationFrom][ref-fallbackToDestructiveMigrationFrom] do RoomDatabase agora aceita vararg int, em vez de vararg Integer.

Correções de bugs

  • Agora, [RoomDatabase.clearAllTables][ref-clearAllTables] tenta retornar espaço de volta para o sistema operacional definindo um ponto de verificação WAL e realizando VACUUM no banco de dados.
  • [@RawQuery][ref-RawQuery] agora aceita qualquer Pojo para a propriedade observedEntities, desde que o Pojo referencie uma ou mais entidades por meio dos próprios campos Embedded ou Relations. b/74041772
  • Paging: a implementação de DataSource da Room agora lida corretamente com dependências de várias tabelas (como relações e mesclagens). Anteriormente, elas não conseguiam acionar novos resultados ou poderia ocorrer falha de compilação. b/74128314

Versão 1.1.0-alpha1

22 de janeiro de 2018

Novos recursos

  • RawQuery: essa nova API permite que os métodos @Dao recebam o SQL como um parâmetro de consulta. b/62103290, b/71458963
  • fallBackToDestructiveMigrationsFrom: essa nova API em RoomDatabase.Builder proporciona um controle mais refinado, com que as migrações destrutivas de versões iniciais do esquema são permitidas (em comparação com fallbackToDestructiveMigration). b/64989640
  • A Room agora é compatível apenas com as APIs mais recentes do Paging (Alfa-4 ou posterior), perdendo a compatibilidade com o LivePagedListProvider obsoleto. Para usar a nova Room alfa, é necessário usar o Paging alpha-4 ou posterior e mudar do LivePagedListProvider para o LivePagedListBuilder.

Correções de bugs

  • Compatibilidade aprimorada para os tipos Kotlin Kapt. b/69164099
  • A ordem dos campos não invalida mais o esquema. b/64290754