Lembrete: a partir de 2 de agosto de 2021, todos os novos apps precisarão usar a versão 3 ou mais recente da Biblioteca Play Faturamento. A partir do dia 1º de novembro de 2021, todas as atualizações de apps existentes precisarão usar a versão 3 ou mais recente da Biblioteca Play Faturamento. Saiba mais.

Testar a integração da biblioteca do Google Play Faturamento

Teste sua integração durante o desenvolvimento. Para testar durante a fase de desenvolvimento, recomendamos o uso de testadores de licença que passem pelos cenários descritos neste tópico. Para configurá-los, consulte Testar o faturamento em apps com o licenciamento de apps.

O uso de testadores de licença oferece os seguintes benefícios:

  • Normalmente, a biblioteca do Google Play Faturamento é bloqueada para apps que não são assinados e enviados ao Google Play. Os testadores de licença podem ignorar essa verificação, o que significa que é possível transferir apps por sideload para testes, mesmo apps que usam builds de depuração com assinaturas de depuração, sem precisar fazer upload para a nova versão do app. O nome do pacote precisa corresponder ao do app configurado para o Google Play. Além disso, a Conta do Google precisa ser um testador de licença da conta do Google Play Console.
  • Os testadores de licença têm acesso a formas de pagamento de teste que não cobram deles o valor real das compras. Também é possível usar formas de pagamento de teste para simular determinadas situações, como quando um pagamento é recusado. A Figura 1 mostra essas formas de pagamento de teste na ordem em que aparecem no fluxo de compra.
  • Os testadores de licença podem testar rapidamente os recursos de assinatura.
Os testadores de licença têm acesso a formas de pagamento de teste
Figura 1. Os testadores de licenças têm acesso a formas de pagamento de teste.

Veja mais detalhes sobre o processo de compra de teste:

  • As compras de teste usam o mesmo fluxo de compra no aplicativo usado no processo real.
  • Não são calculados impostos para compras de teste.
  • O Google Play indica uma compra de teste exibindo um aviso no centro da caixa de diálogo de compras.

Você pode confirmar qual conta está fazendo a operação expandindo a caixa de diálogo da compra. Observe o seguinte:

  • As contas de teste precisam estar no dispositivo Android do testador.
  • Se o dispositivo tiver mais de uma conta, a compra será realizada com aquela que fez o download do app.
  • Se nenhuma das contas tiver feito o download, a compra será realizada com a primeira conta.

Antes de distribuir seu app, use as faixas de teste do Google Play para realizar uma validação adicional. Por exemplo, é possível aproveitar as faixas de teste para que sua equipe de controle de qualidade qualifique um lançamento.

Com as faixas de teste, os usuários podem instalar seu app pelo Google Play e testar uma versão que ainda não está disponível publicamente. Os usuários podem fazer compras reais usando qualquer forma de pagamento no Google Play.

Para testar a integração da biblioteca do Google Play Faturamento usando faixas de teste, faça o seguinte:

  1. Publique seu app em uma faixa de teste. Após a publicação de um app em uma faixa de teste, pode levar algumas horas até que ele fique disponível para os testadores.
  2. Verifique se cada testador aceitou o teste do seu aplicativo. No URL de ativação do teste, os testadores veem uma explicação do que significa ser um testador, junto a um link de ativação.

É possível testar sua integração em qualquer dispositivo de hardware com Android 1.6 ou versões mais recentes. É necessário que a versão mais recente do aplicativo Google Play esteja instalada no dispositivo. Para ter informações gerais sobre como configurar um dispositivo para uso no desenvolvimento de aplicativos para Android, consulte Uso de dispositivos de hardware.

Testar produtos de aquisição única

Testar produtos de consumo

Ao testar produtos de consumo, recomendamos o teste de uma variedade de situações, incluindo o seguinte:

  • Uma compra bem-sucedida em que o usuário recebe um item. Com um testador de licença, você pode usar a forma de pagamento Instrumento de teste, aprovado sempre.
  • Uma compra em que a forma de pagamento falhou ao receber a cobrança e o usuário não receberá o item. Com um testador de licença, você pode usar a forma de pagamento Instrumento de teste, recusado sempre.
  • Verifique se os itens podem ser comprados várias vezes.

Verifique também se as compras são reconhecidas corretamente, conforme descrito em Processamento de compras. As compras de testadores de licença serão reembolsadas após três minutos se o app não as confirmar, e você receberá um e-mail sobre o cancelamento. Você também pode verificar a guia Pedidos no Google Play Console para ver se um pedido foi reembolsado após três minutos.

Testar produtos que não são de consumo

Os itens que não são de consumo precisam ser testados da mesma forma que os de consumo, mas é preciso verificar se um item não pode ser comprado novamente dentro do app. Verifique a confirmação da compra para produtos que são ou não de consumo (quando aplicável), já que a lógica para processar cada um dos dois tipos de compra varia.

Testar recursos específicos de assinaturas

Os fluxos de compra para produtos e assinaturas de aquisição única são semelhantes, mas as assinaturas têm outras situações, como renovações de assinatura aprovadas ou recusadas. Para testar renovações, use as formas de pagamento Instrumento de teste, aprovado sempre e Instrumento de teste, recusado sempre, disponíveis para testadores de licença, conforme mostrado na Figura 1. Use esses instrumentos de pagamento para testar situações além da assinatura aprovada.

Assim como nos produtos de aquisição única, é necessário verificar também se as compras foram confirmadas corretamente, conforme descrito em Como processar compras. As compras de testadores de licença serão reembolsadas após três minutos se o app não as confirmar, e você receberá um e-mail sobre o cancelamento. Você também pode verificar a guia "Pedidos" no Google Play Console para ver se um pedido foi reembolsado após três minutos.

Períodos de renovação

As assinaturas de teste são renovadas mais rapidamente que as reais, e é possível renová-las no máximo seis vezes.

A tabela a seguir lista os tempos de renovação de teste para assinaturas de várias durações. Os tempos são aproximados. Você pode notar pequenas variações no tempo exato de um evento. Para compensar a variação, chame a API para visualizar o status atual após cada data de validade de assinatura.

Período de assinatura de produção Renovação de assinatura de teste
1 semana 5 minutos
1 mês 5 minutos
3 meses 10 minutos
6 meses 15 minutos
1 ano 30 minutos

Recursos de assinatura baseados em tempo, como testes gratuitos, também são reduzidos no teste. A tabela a seguir identifica os períodos de teste associados aos recursos de assinatura baseados em tempo:

Recurso Período de teste
Confirmação da compra 5 minutos
Teste gratuito 3 minutos
Período de preço inicial Igual ao período de teste de assinatura
Período de carência (três e sete dias) 5 minutos
Suspensão de conta 10 minutos
Pausa (1 mês) 5 minutos
Pausa (2 meses) 10 minutos
Pausa (3 meses) 15 minutos

Casos de teste

Expanda a seção a seguir clicando em Mostrar/ocultar para mostrar situações de teste que você precisa usar para verificar a integração da assinatura.

Testar códigos promocionais

Você pode usar o Google Play Console para criar códigos para seus próprios testes. Lembre-se de que você só pode criar 500 códigos promocionais por trimestre em todos os produtos gerenciados de um app.

Teste as seguintes situações de resgate de código promocional:

  • Quando o código promocional é inserido na caixa de diálogo de compras iniciada no seu app.
  • Quando o código promocional é resgatado no app Google Play Store.
  • Quando o código promocional é resgatado em https://play.google.com/store usando o botão Resgatar à esquerda.

Nesses cenários, é importante você testar o resgate de códigos do máximo de maneiras possível. Recomendamos no mínimo a realização dos seguintes testes:

  • Resgate antes da instalação do app.
  • Resgate enquanto o app está em execução em primeiro plano. Nesse teste, você precisa de outro dispositivo para testar usando o app Google Play Store. Teste resgates em diferentes telas no seu app.
  • Resgate com o modo de várias janelas, em que o seu app e a Google Play Store são exibidos ao mesmo tempo.

Para cada teste, verifique se o item foi detectado corretamente e se o usuário foi notificado.