Lembrete: a partir de 2 de agosto de 2022, todos os novos apps vão precisar usar a versão 4 ou mais recente da Biblioteca Faturamento. A partir de 1º de novembro de 2022, todas as atualizações de apps já existentes vão precisar usar a versão 4 ou mais recente da Biblioteca Faturamento. Saiba mais.

Visão geral do sistema de faturamento do Google Play

Mantenha tudo organizado com as coleções Salve e categorize o conteúdo com base nas suas preferências.

O sistema de faturamento do Google Play é um serviço que permite vender produtos e conteúdos digitais no seu app Android.

Tipos de produto

Você pode usar o Google Play para vender os seguintes tipos de produtos:

  • Produtos únicos: podem ser comprados pelo usuário com uma única cobrança na forma de pagamento escolhida, como níveis extras de jogos, loot boxes premium e arquivos de mídia. Estes produtos podem ser de consumo ou não:

    • Produto de consumo: é usado para receber conteúdo no jogo. Quando um usuário consome seu produto, você fornece os benefícios ou efeitos associados em um processo conhecido como provisionamento. Por exemplo, um usuário pode comprar um produto de moeda do jogo, como uma pilha de moedas. Quando o usuário consome o produto, seu app fornece um número fixo de moedas, e a pilha de moedas comprada não fica mais disponível. Os produtos de consumo podem ser comprados várias vezes.
    • Produto que não é de consumo: esse tipo de produto é comprado uma vez e oferece um benefício permanente, que fica associado à Conta do Google do usuário após a compra. Exemplos de produtos que não são de consumo incluem upgrades premium e pacotes de nível.

    O Google Play Console se refere aos produtos únicos como produtos gerenciados, e a Biblioteca Google Play Faturamento se refere a eles como produtos "INAPP".

  • Assinaturas: uma assinatura é um conjunto de benefícios a que os usuários têm acesso durante um determinado período. É possível ter várias assinaturas no mesmo app para representar benefícios completamente diferentes (por exemplo, um app de streaming de vídeo pode ter assinaturas diferentes de "notícias" e "esportes") ou diversos níveis de um único conjunto de benefícios (por exemplo, um app de armazenamento em nuvem pode ter assinaturas de 100 GB, 1 TB e 10 TB).

    Os usuários ganham acesso (ou direito) à assinatura ao comprar um plano básico ou uma oferta no app ou no Google Play.

    As assinaturas têm um ou mais planos básicos. Um plano básico especifica um conjunto exclusivo de atributos para um determinado período de faturamento e tipo de renovação. Você pode especificar se um plano básico será renovado automaticamente ou se ele será pré-pago (sem renovação).

    Os usuários qualificados podem comprar uma oferta para acessar uma versão de teste ou uma assinatura por um preço inicial. Qualquer usuário pode comprar um plano básico, mas as ofertas só estão disponíveis para aqueles que atendem aos critérios de qualificação definidos por você.

    A Biblioteca Google Play Faturamento se refere a assinaturas como SUBS.

Tokens de compra e códigos de pedido

O Google Play monitora produtos e transações usando tokens de compra e códigos de pedido.

  • Um token de compra é uma string que representa a titularidade de um comprador quanto a um produto no Google Play. Ele indica que um usuário do Google tem a titularidade de um produto específico, que é representado por um objeto de compra. É possível usar o token de compra com a API Google Play Developer.
  • Um código do pedido é uma string que representa uma transação financeira no Google Play. Essa string é incluída em um recibo enviado por e-mail ao comprador.

Os códigos de pedido são criados sempre que ocorre uma transação financeira. Os tokens de compra são gerados somente quando um usuário conclui um fluxo de compra.

  • Para produtos únicos, cada compra cria um novo token. A maioria das compras também gera um novo código do pedido. A exceção é quando o usuário não é cobrado, conforme descrito em Códigos promocionais.
  • Para assinaturas, uma compra inicial cria um token de compra e um código do pedido. Para cada renovação automática, o token de compra permanece o mesmo, e um novo código do pedido é emitido. Upgrades, downgrades, substituições e novas inscrições criam novos tokens de compra e códigos de pedidos.

Para assinaturas, vale ressaltar o seguinte:

  • Upgrades, downgrades e outros fluxos de compra de assinatura geram tokens de compra que precisam substituir um token anterior. É preciso invalidar os tokens de compra que aparecem no campo linkedPurchaseToken da API Google Play Developer. Para mais informações, consulte Como implementar o linkedPurchaseToken corretamente para evitar assinaturas duplicadas.
  • Os números de pedidos para renovações de assinatura contêm um número inteiro adicional que representa uma instância de renovação específica. Por exemplo, um código do pedido de assinatura inicial pode ser GPA.1234-5678-9012-34567, com os códigos de pedido subsequentes sendo GPA.1234-5678-9012-34567..0 (primeira renovação), GPA.1234-5678-9012-34567..1 (segunda renovação) e assim por diante.

Para começar

Para começar a integrar o sistema de faturamento do Google Play ao seu app, consulte Como se preparar.

Mais informações

Para mais informações sobre como integrar o sistema de faturamento do Google Play ao seu app, consulte os seguintes tópicos: