O Google tem o compromisso de promover a igualdade racial para as comunidades negras. Saiba como.

Acessar a localização em segundo plano

Conforme descrito nas páginas Solicitar permissões de localização e Práticas recomendadas de privacidade, os apps só devem pedir o tipo de permissão de localização essencial para o recurso direcionado ao usuário e precisam deixar isso bem claro. A maioria dos casos de uso só exige o local quando o usuário está interagindo com o app. Se o app exigir a localização em segundo plano, como ao implementar a fronteira geográfica virtual, verifique se isso é essencial para a funcionalidade principal dele, se oferece benefícios claros ao usuário e se é feito de forma óbvia.

Observação: a Google Play Store atualizou a política relacionada à localização do dispositivo, restringindo o acesso em segundo plano a apps que precisem dele para a funcionalidade principal e atendendo aos requisitos relacionados à política. A adoção dessas práticas recomendadas não garante que a Google Play Store aprove o uso da localização do app em segundo plano.

Saiba mais sobre as mudanças na política relacionadas à localização do dispositivo.

Lista de verificação do acesso à localização em segundo plano

Use a lista de verificação a seguir para identificar a possível lógica de acesso à localização em segundo plano:

Avaliar acesso à localização em segundo plano

Se você descobrir que seu app acessa a localização em segundo plano, faça o seguinte:

  • Avalie se o acesso em segundo plano é essencial para a funcionalidade principal do app.
  • Se você não precisar do acesso em segundo plano, remova-o.

    Caso o app seja voltado ao Android 10 (API de nível 29) ou versões mais recentes, remova a permissão ACCESS_BACKGROUND_LOCATION do manifesto. Quando você remove essa permissão, o acesso contínuo à localização deixa de ser uma opção para o app em dispositivos que executam o Android 10.

  • Certifique-se de que o usuário saiba que seu app está acessando a localização em segundo plano. Isso é importante especialmente em casos que não são óbvios para os usuários.

  • Se possível, refatore sua lógica de acesso à localização para solicitar a localização somente quando a atividade do app estiver visível para os usuários.

Atualizações limitadas de localização em segundo plano

Se o acesso à localização em segundo plano for essencial para o app, lembre-se de que o Android preserva a duração da bateria configurando limites de localização em segundo plano em dispositivos com o Android 8.0 (API de nível 26) ou mais recentes. Nessas versões do Android, se o app for executado em segundo plano, ele só poderá receber atualizações de localização algumas vezes por hora. Saiba mais sobre os limites da localização em segundo plano.