Otimização para telas grandes e tablets

  • Engajamento
  • Design
  • Tablets

Crie uma experiência do usuário excelente para todos os dispositivos, alcance um público mais amplo em formatos maiores e ofereça uma experiência perfeita ao alternar entre dispositivos.

Por que isso funciona

Tablets e outros dispositivos de tela grande se tornaram aparelhos complementares para muitas pessoas, e as expectativas para esses dispositivos também mudaram. As pessoas querem receber uma experiência personalizada para cada dispositivo quando alternam entre smartphones e tablets.

O engajamento por sessão geralmente é maior em dispositivos de telas maiores, porque eles são usados com frequência para tarefas específicas, como produtividade, consumo de conteúdo ou jogos, que fazem o usuário passar mais tempo com o dispositivo. Otimizar a experiência para telas grandes pode fornecer um engajamento mais significativo. Além disso, com as versões mais recentes do Android, seus apps podem escolher dinamicamente layouts responsivos com recursos como tela dividida e multitarefa.

Práticas recomendadas

  • Considere a experiência para tablets desde o início: ao projetar e desenvolver sua experiência para dispositivos móveis, pense na experiência para tablets desde o começo, e não posteriormente durante o desenvolvimento. Pense em como os casos de uso podem ser diferentes para cada formato e de que forma você pode adaptar o app a cada caso e ainda assim oferecer uma experiência coesa. Por exemplo, um app pode ser usado em um dispositivo móvel para uma tarefa específica, como acompanhar atividades físicas, e em um tablet com tela maior para analisar ou gerenciar os dados coletados dessas atividades.
  • Use o espaço extra da tela: use a tela inteira, evite o excesso de espaços em branco. Você pode apenas dimensionar o conteúdo para preencher a tela e facilitar a visualização. No entanto, não tenha medo de adicionar mais informações. Os usuários querem ver mais informações em telas maiores. Tente manter o equilíbrio entre a quantidade de conteúdo e a densidade do layout. Use layouts e componentes diferentes para quebrar a monotonia visual gerada pela quantidade maior de conteúdo. Por exemplo, alguns jogos para dispositivos móveis permitem a interação somente por meio de diálogos ou telas de nível inferior, mas os usuários de tablets podem interagir diretamente na tela principal.
  • Considere a orientação: os usuários de dispositivos móveis geralmente mantêm os dispositivos no modo retrato. As pessoas que usam telas maiores podem variar a orientação dependendo do dispositivo e da preferência pessoal. Permita que os usuários usem seu app de modo confortável em qualquer orientação.
  • Verifique a experiência de navegação: telas e formatos grandes mudam a maneira como os usuários seguram e visualizam os dispositivos. O que funciona bem em dispositivos móveis talvez não seja ideal em telas grandes. Ao escolher o padrão da gaveta de navegação, considere o padrão permanentemente exposto.
  • Use uma escala tipográfica que funcione bem com o espaço maior: experimente diferentes espessuras de fontes e estilos de etiqueta para ajudar os usuários a ler as informações em telas maiores. Strings de texto pequenas que são lidas com facilidade em dispositivos móveis podem ser difíceis de ver em telas grandes. Nesse caso, um texto de tamanho maior ou mais espesso precisa ser usado para melhorar a legibilidade.