Conheça a prévia para desenvolvedores do Sandbox de privacidade do Android. Veja como começar e envie feedback.

Publicidade com base em interesses com a API Topics

Enviar feedback

Sobre a API Topics

Na publicidade em dispositivos móveis, os anunciantes buscam veicular anúncios relevantes relacionados aos interesses do usuário. Por exemplo, para um usuário interessado por culinária, anúncios relacionados a esse assunto provavelmente vão ser mais relevantes do que anúncios de outros temas.

A publicidade com base em interesses (IBA) é uma forma de publicidade personalizada em que os anúncios são selecionados para os usuários de acordo com os interesses derivados dos apps com que eles já interagiram. Essa abordagem é diferente da publicidade contextual, que tem como base exclusivamente os interesses derivados do conteúdo visualizado no momento. Um dos benefícios da IBA em comparação à publicidade contextual é que ela permite que os apps mostrem anúncios mais relevantes e envolventes aos usuários.

A API Topics reconhece indicadores de interesse gerais no dispositivo com base na forma com que o usuário interage com os apps. Esses indicadores, chamados de temas, são compartilhados com os anunciantes, contemplando casos de uso de IBA sem que seja necessário rastrear o comportamento de usuários individuais nos apps.

Principais conceitos

  • Um tema é um conjunto de interesses legível pelo usuário que faz parte da taxonomia da API Topics.
  • Uma época é um período de contabilização de um tema, como uma semana.
  • Um tema é observado por um autor de chamada (um app ou um SDK de terceiros usado no app) se o autor da chamada tiver feito uma solicitação para a API Topics em um app associado a esse tema durante as últimas três épocas.

Como funciona

Com essa proposta, a API Topics tenta fornecer aos autores de chamada temas de publicidade de interesse gerais com base na forma com que o usuário interage com os apps. Esses temas podem ser usados para complementar qualquer informação contextual relacionada ao app que quer exibir um anúncio e podem ser combinados para ajudar a encontrar um anúncio adequado ao usuário.

Consulte o guia para desenvolvedores da API Topics para ver exemplos de código que demonstram como configurar a capacidade de buscar temas para publicidade com base em interesses. Observação: as APIs ainda não foram concluídas.

Os temas são selecionados de uma taxonomia predefinida.

A plataforma usa um modelo de classificador para reconhecer os temas. A implementação da API Topics e o uso do classificador vão ser parte do Android Open Source Project e aprimorados com o tempo.

Os autores das chamadas da API Topics não podem depender de respostas em cache recebidas da API. Uma solicitação de API precisa ser feita sempre que os temas forem usados, para respeitar o controle do usuário sobre o uso das informações dos temas. Ao usar temas para personalizar anúncios, o app precisa usar somente os temas recebidos da resposta atual da API, e não pode mesclar as informações com os valores de retorno recebidos de chamadas anteriores da API Topics.

Detalhes

  • Uma vez por época (por exemplo, uma vez por semana), os cinco principais temas do usuário vão ser calculados usando informações no dispositivo.

    • Quando a API Topics for chamada, a plataforma vai verificar se há um tema atribuído ao app que invocou a API. Caso não haja nenhum tema atribuído, um tema vai ser escolhido da maneira apresentada abaixo e permanecerá atribuído ao app pelo período restante da época em questão.
      • Há 95% de chances de um tema ser escolhido aleatoriamente da lista de cinco temas calculados para cada época.
      • Há 5% de chances de um tema ser escolhido aleatoriamente da taxonomia.
    • O motivo de cada app receber um dos vários temas é garantir que apps diferentes recebam temas diferentes, para diminuir as chances de os apps fazerem correlação cruzada entre os temas de um mesmo usuário.
      • Por exemplo, o app A pode ver o tema T1 do usuário, enquanto o app B pode ver o tema T2. Dessa maneira, fica mais difícil para os apps identificarem que essas informações estão associadas ao mesmo usuário.
  • A API Topics retorna uma lista de até três temas, sendo um para cada uma das três últimas épocas.

    • Ao fornecer até três temas, os apps pouco usados vão ter temas suficientes para encontrar anúncios relevantes, enquanto os apps usados com mais frequência vão ter no máximo um novo tema por semana.
    • As informações do tema retornadas incluem o nome do tema (string), uma versão de taxonomia e uma versão de modelo de classificador.
    • Somente os autores de chamada que observaram o comportamento do usuário com um app associado ao tema em questão nas últimas três épocas vão poder receber o tema.
    • Todos os temas retornados representam os interesses do usuário, e é possível selecionar qualquer um ou todos eles para personalização na sua solicitação de anúncio.
  • Depois que um tema é atribuído ao app que invocou a API Topics, a plataforma determina se o autor da chamada pode receber esse tema.

    • Somente os autores da chamada que observaram o engajamento do usuário com um app associado ao tema em questão nas últimas três épocas vão poder receber o tema.
    • Caso o autor da chamada não tenha chamado a API anteriormente para consultar o uso do tema em questão para um usuário de um app, o tema não vai ser incluído na lista retornada pela API.
    • Se o autor da chamada não recebeu nenhum tema nas últimas três épocas, a API Topics vai retornar uma lista vazia.

    Por exemplo, digamos que o usuário tenha sete apps instalados no dispositivo: A, B, C, D, E, F e G. Vamos supor que a classificação de temas do app e dos SDKs de tecnologias de publicidade nesses apps seja esta:

    App Classificação dos temas SDK de tecnologias de publicidade
    A T1, T5 ad-sdk1, ad-sdk2
    B T2 ad-sdk2
    C T3, T6 ad-sdk3, ad-sdk4
    D T1, T4 ad-sdk1
    E T5 ad-sdk4, ad-sdk5
    F T6 ad-sdk2, ad-sdk3, ad-sdk4
    G T7 ad-sdk2
    • Fim da semana 1: a API Topics gera os cinco temas principais do usuário para essa época.
    Temas principais Autores de chamadas que podem receber o tema
    T1 ad-sdk1, ad-sdk2
    T2 ad-sdk2
    T3 ad-sdk3, ad-sdk4
    T4 ad-sdk1
    T5 ad-sdk1, ad-sdk2, ad-sdk4, ad-sdk5
    • Na segunda semana, se um autor de chamada de qualquer app chamar a API, a lista de temas retornados vai abranger apenas os temas em que o autor da chamada está incluído na coluna "Autores de chamadas que podem receber o tema" do app em questão naquela época.
    • A janela de histórico incluída no cálculo dos temas disponíveis para cada autor de chamada é de três períodos (ou três semanas).
    • Somente temas associados a apps que invocaram a API Topics, diretamente ou por SDKs de anúncios, são usados. Isso significa que, se um app não inclui SDKs de anúncios que chamam a API Topics e não invoca a API por conta própria, os temas associados a esse app não contribuem com os temas compartilhados com outros apps ou SDKs de anúncios.
    • Um app também pode desativar de maneira declarativa a API Topics, usando novos elementos de manifesto e XML para impedir que os SDKs de anúncios usem a API nele. Os temas associados a apps desativados não vão contribuir com o cálculo de temas semanal. Este documento vai ser atualizado para incluir detalhes de implementação relacionados.
  • Se não houver uso suficiente do app para que a plataforma reconheça cinco temas, a plataforma pode considerar o uso de outras opções, como gerar os temas restantes de maneira aleatória.

Taxonomia

  • Na proposta atual, a taxonomia inicial vai incluir entre centenas e alguns milhares de temas. A proposta de taxonomia inicial vai ser compartilhada em uma atualização futura deste documento.
  • Essa taxonomia vai ser selecionada por análise humana para que temas sensíveis não façam parte dela.
  • A taxonomia vai ser personalizada para as categorias de anúncios que podem ser exibidas em apps para dispositivos móveis no Android.

Classificador de temas

Os temas de interesse são derivados de um modelo de classificador treinado com informações de apps disponíveis publicamente, como nome e descrição de apps e nome de pacotes.

  • Quando o modelo de classificador é usado para inferência ao calcular os temas de uma determinada época, o conjunto de indicadores usados permanece no dispositivo. Esse conjunto de indicadores pode incluir apps instalados ou usados recentemente, e pode ser expandido para incluir outros indicadores.
  • Os modelos iniciais vão ser treinados pelo Google, e os dados de treinamento vão incluir marcadores selecionados por análise humana sobre as informações públicas de apps. O modelo vai estar disponível sem custo financeiro para que os apps possam fazer testes para descobrir em quais temas eles se encaixam.
  • Os modelos iniciais vão ser treinados com base em informações disponíveis publicamente de apps de um conjunto limitado de app stores, como a Google Play Store.
  • É possível que um app seja associado a mais de um tema ou para nenhum ou mesmo que ele não seja adicionado ao histórico de temas do usuário. Caso um app seja associado a mais de um tema na taxonomia, o número de temas escolhidos desse app vai ser limitado aos três principais.

Controles de usuário

  • O modelo tem como objetivo proporcionar aos usuários a possibilidade de visualizar e remover os temas associados ao uso do app. O processo de implementação desse recurso de controle do usuário está em andamento e vai ser incluído em uma atualização futura.
  • Se o usuário desinstalar um app que contribuiu para a seleção de um tema inferido nas últimas três épocas, esse tema não vai ser removido da lista de temas retornados nessas épocas, a fim de evitar a divulgação de informações sobre desinstalação.